quinta-feira, 4 de agosto de 2016

FIQ Jovem - Aula 7 (Layout de novo, mas com emoções)

Nenhum comentário
Hallo!
Tentando manter o blog atualizado com as últimas aulas, venho hoje falar da número 7, do dia 23 de julho.


Nessa aula nos mantivemos na questão do Layout, com foco em timing e composição na hora de buscar um objetivo emocional para a história. O mais legal foi a quantidade de referências que nos foram apresentadas (eu conheço muito pouco de quadrinhos fora os mainstream, então é sempre proveitoso quando nos passam mais referências). Dentre elas, alguns títulos como Bullet Coprs, Darkness, Gourmet etc.

Uma das coisas mais importantes da aula, porém, foi nos lembrar de que, sempre que formos montar um layout devemos pensar "Qual sentimento quero passar com meus quadros?" antes de qualquer coisa.

Para isso, podemos considerar em uma série de pontos:

- Cores

 Acho que o uso de cor é o mais óbvio para a criação de emoção. Tons escuros para coisas tristes, vermelho para cenas fortes etc e tal.  Apesar dessas coisas serem bem intuitivas, catei esse guia a respeito de cores e emoções:



https://thinklivebepositive.wordpress.com/2014/04/04/fiction-and-film-assignment-2/color-emotion-guide/

Sempre que alguém me fala de cores em quadrinhos eu lembro dessa tira sobre Game Boy que saiu há alguns anos, em gif: (Acho o esquema de cores e a sensação nostálgica que ele passa incrível!)

http://intradayfun.com/2015/06/the-beauty-of-the-nintendo-game-boy/


- Timing

Timing é uma coisa sobre a qual eu nunca havia pensado a respeito até essa aula. É outro ponto bastante intuitivo: quadros grandes levam mais tempo, quadros pequenos levam menos tempo.
Quer um exemplo?


Fonte

Aqui da pra ver que a explosão leva mais tempo do que a 'olhada' da personagem e, por isso, pega um quadro muito maior.
O timing está nisso, em pensar no ritmo da história com seus quadros, diálogos, desenho etc.

- Ângulos e enquadramento

Ángulo é uma coisa que a gente vê na novela o tempo todo. Na faculdade aprendemos que enquadramentos recebem também nomes de 'planos", tipo o americano, o close etc.

Aqui vão exemplos:


Sabe quando dá o close no programa de conflitos familiares e você já sabe que alguém vai chorar? É exatamente isso. Mostrar alguém de baixo para cima dá aquele efeito de reizão, enquanto que, de cima para baixo,  mostra uma pessoa oprimida ou apertada por algo (um pensamento, talvez?), por exemplo.

- Diálogos
Isso é bastante óbvio, não é mesmo? Escolher bem as palavras pode trazer um ou outro impacto para a sua cena. Pense no uso de expressões, gírias, informalidade e tudo mais. Às vezes uma reticência basta.

- Expressões dos personagens
Auto-explicativo. Deixo essa imagem maravilhosa de referência: http://shubbabang.tumblr.com/post/108765324728/i-get-numerous-asks-regarding-expressions-i-use-in

Bem, certamente existem outros elementos (como composição, por exemplo), mas esses são os mais relevantes para o estágio em que nos encontramos.

Depois dessa aula, que fecha o ciclo de Layout e composição, tivemos (finalmente!), um tempo para trabalharmos em nossas ideias e esboçarmos nossos layouts. Eu comecei a fazer sobre o do homem sereio, e acabei recebendo bastante ajuda pra melhorar \o/

Ao final, ficou assim (sem os desenhos):

E é isso pra essa semana! Até mais <3

Nenhum comentário :

Postar um comentário